Search
  • Pamela Messina

Um Case de Adaptação de Conteúdo: Rock in Rio 30 Anos

Updated: May 21

For English, please scroll down.


Aproveitando o gancho do Rock in Rio que terminou no começo de outubro, vale relembrar o nosso Case: Rock in Rio 30 Anos.


O livro foi um projeto da editora 5W e da Artplan, e fomos honradas com a responsabilidade de adaptação do conteúdo dessa publicação – uma edição especial e limitada, de apenas mil exemplares.


Criando um caso de sucesso


Quando iniciamos o projeto, nos dedicamos a resgatar que Roberto Medina, idealizador do festival, dedicou dois anos para reproduzir o maior espetáculo cultural no Brasil em um momento em que o país estava totalmente fora da rota internacional de grandes eventos musicais. Ele tentou a sorte nos Estados Unidos para concretizar a primeira edição do Rock in Rio. Medina obteve negativas de empresários e investidores que desacreditaram da sua visão, dizendo que uma empreitada dessa dimensão seria impensável de executar por lá, e que, portanto, no Brasil aquilo seria absolutamente impossível.



Apesar de tudo, o primeiro Rock in Rio foi realizado em janeiro de 1985 em uma área especialmente construída para receber o evento. O local, um terreno de 250 mil metros quadrados próximo ao Riocentro, em Jacarepaguá, ficou conhecido como "Cidade do Rock" e contava com o maior palco do mundo já construído até então: com 5 mil metros quadrados de área, além de dois imensos restaurantes fast food, dois shopping centers com 50 lojas, dois centros de atendimento médico e toda a infraestrutura para atender cerca de 1,5 milhão de pessoas – o equivalente a cinco Woodstocks – que participaram do evento.


No dia 12 de janeiro de 2001, partiu da Cidade do Rock um movimento de comunicação inédito chamado de “O Silêncio”, que convidou 92 milhões de brasileiros a uma importante reflexão. Às 19h em ponto, o Rock in Rio fez com que 3,522 emissoras de rádio e TV ficassem em silêncio absoluto por 3 minutos, por um mundo melhor.


Após levantar esses dados, nos demos conta que estávamos envolvidas com o maior festival de música do mundo, com grandes estrelas da música internacional que não costumavam visitar a América do Sul, proporcionando ao público brasileiro a oportunidade de ver de perto seus ídolos do rock pela primeira vez.

Alguns números do festival:


  • 19 edições desde 1985

  • 2,038 artistas escalados

  • 9,5 milhões de pessoas na plateia

  • 73 milhões de árvores doadas à Amazônia

  • 212,5 mil empregos gerados

  • 12 milhões de fãs online

  • 112 dias de magia desde 1985

  • 143 milhões de pessoas alcançadas nas redes sociais


Nosso Case: Rock in Rio 30 Anos


Entendemos pelo briefing que o objetivo do livro era demonstrar o contexto político-social da época, a importância do festival como um marco na história do Brasil (foi em 1985, logo após o fim da ditadura) e como o Rock in Rio foi o primeiro festival que introduziu o país a grandes nomes internacionais (antes, para ver bandas como Queen ou AC/DC, era necessário viajar para o exterior). Com isso, o job em geral pedia uma comunicação holística.


Além da música


Além disso, o livro abordaria não só a filosofia do idealizador do evento – Roberto Medina – mas todo o processo de montagem do festival, ou seja, teríamos também que trabalhar com textos técnicos. O projeto ainda contou com diversos depoimentos de artistas que compartilharam suas percepções, entusiasmo e emoções durante o evento.


Tradução de mão-dupla


Os textos que recebemos na língua portuguesa foram traduzidos para a língua inglesa e vice-versa, por exemplo, depoimentos de artistas internacionais que foram adaptados para a língua portuguesa.

Tom geral


O projeto recebeu um tom inspirador (contexto socioeconômico, história do festival), aspiracional (depoimentos demonstrando a emoção do público e dos artistas), e técnico (construção dos palcos e estrutura da Cidade do Rock).

Tons compatíveis com cada capítulo


Foi um trabalho multifacetado que pediu muitos tipos de abordagem. Ao mesmo tempo, era importante uma identidade própria com conceito artístico abrangente que superasse fronteiras técnicas. O grande diferencial deste projeto para todos os outros foi a necessidade de associar o conceito artístico a variadas sensações de bem-estar.


A produção foi constantemente criativa, sempre à favor da democratização dos estilos, e nos levou a acreditar que cada obra de arte pode estar em perfeita harmonia com o ambiente em que se situa. Nossa raiz no design e no conteúdo foi incansável na procura de uma linguagem ampla para provar que, independente de sua complexidade, um trabalho pode caber em qualquer estilo.



Veja alguns exemplos de traduções que respeitaram o tom de seus capítulos:


Rock in Rio é sonho


Original

"Há 30 anos, numa noite que hoje considero mágica, sonhei em produzir um evento que reunisse milhões de pessoas através da música. Gente de todas as idades, raças, credos, gostos, gente de todas as tribos."

Roberto Medina – Idealizador e Presidente do Rock in Rio – Agosto de 2015


All Type

Thirty years ago, during a magical evening, I dreamed of producing an event that would bring millions of people together through music. People of all ages, ethnicities, creeds and tastes – people of all tribes.

Roberto Medina – Creator and President of Rock in Rio – August 2015


Rock in Rio é história


Original

"Eu estava muito comprometido com o movimento das Diretas Já, um ano antes, e a perspectiva da eleição de Tancredo, o primeiro presidente civil em 20 anos, emocionava a todos naquele momento. Foi como se "Anunciação”, cantada ali a cappella com o coro do público, prenunciasse a chegada de um novo tempo."

Alceu Valença – Rock in Rio 1985


All Type

I had been very committed to the movement [to end military rule] “Diretas Já" for one year and the perspective of electing Tancredo – the first democratic president in 20 years – was very moving to everyone at the time. It was as if "Anunciação" – sung a cappella with the crowd’s choir – proclaimed the arrival of a new era.

Alceu Valença – Rock in Rio 1985


Rock in Rio é grandioso


Original

"O Roberto persegue a ideia da criação de um sentimento e de uma imagem futurista para o rock. Algo que esteja pelo menos 200 anos na frente dos dias atuais."

João Uchôa – Arquiteto, 2015


All Type

Roberto pursues the idea of creating a futuristic image and feel to rock and roll. Something that’s at least 200 years ahead of our time.

João Uchôa – Architect, 2015


Rock in Rio é diversão


Original

"O Rock in Rio é muito mais, muitíssimo mais que um entretenimento de massas."

Arnaldo Jabor – Jornalista, em depoimento à Rádio CBN, setembro de 2011


All Type

Rock in Rio is more – so much more – than mass entertainment.

Arnaldo Jabor – Journalist – Statement to Rádio CBN, September 2011


Rock in Rio é notícia


Original

"Testemunhei uma rara combinação de multidão com alegria, sem tensões, sem estresses. Essa característica se manteve e o Rock in Rio passou a ser um evento de paz. Quando terminou o festival, fui imediatamente para a Jordânia e, depois, Bagdá. Cheguei nos últimos dias de guerra. Não posso dizer que o Rock in Rio foi um respiro em meio à tensão porque o festival também me tirou o fôlego, só que mudando de assunto radicalmente. Fui da guerra ao rock e do rock à guerra."

Pedro Bial – Jornalista, 2015


All Type

I witnessed a rare amalgam of large crowds and happiness, free from tension and stress. This was maintained throughout the entire festival and Rock in Rio became renowned as a peaceful event. When the festival was over, I headed straight to Jordan and then to Baghdad. I arrived on the the last days of the war. I cannot say that Rock in Rio was a breath of fresh air amidst all that tension because it did also leave me breathless, but it was a complete change of subject – I went from the war to rock and from rock to war.

Pedro Bial – Journalist, 2015


Rock in Rio é metal


Original

The Rock in Rio Festival has always been important to us. Ever since that very first show back in ’85 playing to a quarter of a million people, the Brazilian fans have taken Iron Maiden to their hearts and this longstanding mutual affection continues to grow.

Ron Smallwood – Iron Maiden’s Manager, 2015


All Type

"O Rock in Rio sempre foi importante para nós. Desde aquele primeiro show em 1985, quando tocamos para 250 mil pessoas, os fãs brasileiros guardaram a banda em seus corações e o afeto mútuo continuou crescendo."

Rod Smallwood – Empresário do Iron Maiden, 2015


Rock in Rio é rock


Original

Playing Rock in Rio is insane! It’s like a dream come to life. And when you step out on the stage and realize that you really do have the courage to harness the power of that endless sea of fans, you’re forever changed.

Amy Lee – Evanescence, 2015


All Type

"Tocar no Rock in Rio é insano! É como um sonho que se torna realidade. E quando você sobe no palco e se dá conta de que realmente tem coragem para desarmar o poder daquele mar de fãs, você muda para sempre."

Amy Lee – Evanescence, 2015


Rock in Rio é pop


Original

"Desde que me entendo por gente, o festival é uma aspiração, uma influência, um apontador de tendências que sempre abraçou o mainstream."

Rogério Flausino – Jota Quest, 2011


All Type

As far as I can remember, the festival has been an aspiration, an influence, a trendsetting event that has always embraced the mainstream.

Rogério Flausino – Jota Quest, 2011


Rock in Rio é eletrizante


Original

Amazing… amazing… This is one of my favorite countries in the world, I really love being here. This crowd is unbelievable, really, I’m too excited, I don’t have words.

David Guetta – DJ, 2013


All Type

"Incrível, simplesmente incrível... O Brasil é um dos meus países favoritos. Eu realmente amo estar aqui. Essa multidão é inacreditável. Sério, estou muito empolgado, não tenho nem palavras para descrever."

David Guetta – DJ, 2013


Rock in Rio é de todas as tribos


Original

Rock in Rio was truly a career highlight for me. Working with Olodum was one of the most inspiring musical moments of my life.

Kimbra – Australian Singer, 2013


All Type

"O Rock in Rio foi um marco na minha carreira. Tocar com o Olodum foi um dos momentos musicais mais inspiradores da minha vida."

Kimbra – Cantora australiana, 2013


Rock in Rio é cultura


Original

I have performed on Rock Street in 4 different Rock in Rio editions. And every time I am astounded as to the level of enthusiasm displayed by the audience. It’s always a roller coaster ride of fun, great music and soaring emotions!

Mark Lambert – Stone of the Beetles, 2015


All Type

"Eu toquei na Rock Street em quatro edições do Rock in Rio. Em todas elas, fiquei atônito com o entusiasmo da plateia. É sempre uma montanha russa de alegria, boa música e muita emoção!"

Mark Lambert – Stone of the Beetles, 2015


Rock in Rio é espetáculo


Original

"A marca Rock in Rio já ultrapassou os limites da Cidade do Rock."

Rock in Rio 30 Anos


All Type

The Rock in Rio brand has gone beyond the limits of the City of Rock.

Rock in Rio 30 Years


Rock in Rio é comunicação


Original

"A primeira edição daquele que já nascia o maior festival de música do mundo se revelou uma poderosa plataforma de comunicação. E, nesses 30 anos, suas ferramentas vêm sendo utilizadas por marcas globais na busca dos melhores resultados em publicidade, promoção, assessoria de imprensa, fidelização de clientes e venda de produtos e serviços."

Rock in Rio 30 Years


All Type

The first edition of the world’s greatest music festival turned out to be a powerful platform for brand communications, and in the past 30 years, its tools have been used by global brands in the pursuit of better results for their advertising and promotion efforts, press exposure, customer loyalty, as well as sales of products and services.

Rock in Rio 30 Years


Rock in Rio é por um mundo melhor


Original

"Sustentabilidade não é apenas um conceito técnico. É uma crença, uma forma de estar e de encarar o mundo. 'Sustentabilidade' é igual a um mundo melhor. [...] estaremos sempre longe de ser perfeitos, somos efêmeros, somos mutáveis, mas seguramente queremos e podemos ser mais sustentáveis."

Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio


All Type

Sustainability isn’t just a technical concept. It’s a belief; a way of being and facing the world; “sustainability" equals a better world. […] We’ll always be far from perfect. We’re ephemeral, we're mutable, but we surely can and want to be more sustainable."

Roberta Medina, Executive VP of Rock in Rio


Prazo


Entregamos as traduções à toque de caixa, com prazos apertadíssimos. Recebemos textos diários que precisavam ser entregues no mesmo dia para cumprirmos com a meta de publicação do livro até a abertura do festival em 2015.


Processo de Co-Criação e Diferenciais


Acionamos um músico com formação pela Berklee School of Music em Boston para garantir total autenticidade ao linguajar dos artistas. Depoimentos de gigantes, como George Benson, Slash, Roger Taylor, James Taylor, Joss Stone, David Guetta, Ivete Sangalo, Marcelo Camelo, Zé Ramalho, Martinho da Vila e muito mais foram adaptados em processo de co-criação e compartilhamento de ideias.


Veja um exemplo:


Foi uma experiência fantástica! Era como não saber o que esperar, sabe? Estávamos indo a um lugar desconhecido, muito distante para fazer um show. E ser recebido daquele jeito, foi muita emoção e coração, sabe? E é por isso que desde então temos esse relacionamento com os fãs brasileiros... essa conexão.

Slash – Guns'n'Roses, Rock in Rio 1991

"It was just an amazing f****in' experience. It’s like we didn’t really know in any way, shape or form what to expect, you know? Just going to this unknown place, as far as playing was concerned, and just do a gig and just to be received that way, was so much feeling and heart, you know? And that’s why we’ve had this relationship with Brazilian fans ever since, this kind of connection.

Slash - Guns'n'Roses, Rock in Rio 1991


Mais do que um job


Esse case foi além de especial para a All Type, porque assim como nós, o festival almeja se superar a cada edição. O livro e sua adaptação registrou, por meio de depoimentos e fotos, os inesquecíveis 30 anos deste que é o maior e mais importante festival de música do mundo – e que agora, fica para a história em inglês e português.


COMPRE O LIVRO "ROCK IN RIO 30 ANOS" E FAÇA PARTE DA MAGIA.

A Content Adaptation Case Study: Rock in Rio 30 Years

Rock in Rio 2019 wrapped up its latest edition in early October, leaving us all with a feeling of nostalgia and anticipation for what’s to come. To get your Rock in Rio fix before the festival announces its next endeavor, read up on our case: Rock in Rio 30 Years.

This book was a project developed by the 5W publishing agency and Artplan. All Type was honored with the responsibility of adapting its content - a special and limited edition that consisted of only 1,000 copies.


Creating a Successful Case Study

When we started the project, our strategy entailed a deep-dive into Roberto Medina, the festival’s creator who took two years to broadcast the largest cultural event in Brazil, at a time when the country was entirely segregated from major international music concerts. Medina tried his luck in the United States to bring Rock in Rio’s first edition into fruition. He was met with consistent refusal from executives and investors who did not believe in his vision, arguing that an undertaking of this scale and dimension was virtually unimaginable in the country and thus, absolutely unfeasible in Brazil.


Adversities aside, the first Rock in Rio took place in January 1985 at a location exclusively developed to accommodate the event. The grounds, comprising 250 thousand square meters near Riocentro in Jacarepaguá, was known as the “City of Rock” and featured the largest stage known to man at the time: consisting of five thousand square meters, as well as two huge fast food restaurants, two fully equipped malls with 50 different shops, two medical attention centers and all the infrastructure necessary to service nearly 1.5 million people - the equivalent to five Woodstocks - that participated in the event.


On January 12th, 2001, an unprecedented communication movement called “The Silence” emerged from the City of Rock, where 92 million Brazilians were urged to make an important reflection. At 7 PM sharp, Rock in Rio made it so that 3,522 radio and TV stations went into complete silence for a total of three minutes in the hopes of a better world.


This iconic background warranted a realization that we were involved with the biggest music festival the world had ever seen, featuring major international artists who seldom visited South America, ultimately providing Brazilian audiences with the opportunity to enjoy their rock idols up close and personal, for the very first time.


Festival data:

19 editions since 1985

  • 2,038 artists

  • 9.5 million people in the audience

  • 7.3 million trees donated to the Amazon

  • 212.5 thousand jobs

  • 12 million online fans

  • 112 days of magic since 1985

  • 143 million users reached on social media


Our Case Study: Rock in Rio 30 Years

Our client brief conveyed that the book’s purpose was to portray the political and social context of that time, the importance of the festival as a milestone in Brazilian history (it took place in 1985, shortly after the end of the dictatorship) and how Rock in Rio was the first festival to introduce the country to renowned international artists (before the festival, one would have to travel abroad to see bands like Queen or AC/DC). As a result, the job entailed a holistic approach.


Beyond the Music

Plus, the book would address not only the philosophy of the event's creator - Roberto Medina - but the festival’s comprehensive process of assembly, that is, we would have to work with technical texts. This project also included multiple statements from artists who shared their perceptions, enthusiasm and emotions during the event.


Two-Way Localization

Texts received in Portuguese were translated into English and vice versa, for example, testimonials from international artists that were respectively adapted to Brazilian Portuguese.


Tone

The book was afforded an inspiring (socioeconomic context, festival history), aspirational (testimonials sharing the range of emotions felt by audience and artists alike), and technical tone (stage construction and Rock City structure).


Tones Compatible with Each Chapter

Rock in Rio 30 Years was a multifaceted operation that called for many types of approaches. At the same time, it was crucial that the book had an identity of its own and a broad artistic concept that transcended technical boundaries. This project’s key asset was the need to associate its artistic concept with various sensations of well-being.


Production was constantly creative, always focused on the democratization of styles, and it led us to believe that every work of art can be in perfect harmony with the environment in which it exists. Our roots in design and content were relentless in the search for all-encompassing communication to prove that, regardless of complexity, a job can fit any style.


Read below some examples of content adaptation that followed the unique tone of different chapters.


Rock in Rio is DREAM


Original

"Há 30 anos, numa noite que hoje considero mágica, sonhei em produzir um evento que reunisse milhões de pessoas através da música. Gente de todas as idades, raças, credos, gostos, gente de todas as tribos."

Roberto Medina – Idealizador e Presidente do Rock in Rio – Agosto de 2015


All Type

Thirty years ago, during a magical evening, I dreamed of producing an event that would bring millions of people together through music. People of all ages, ethnicities, creeds and tastes – people of all tribes.

Roberto Medina – Creator and President of Rock in Rio – August 2015


Rock in Rio is HISTORY


Original

"Eu estava muito comprometido com o movimento das Diretas Já, um ano antes, e a perspectiva da eleição de Tancredo, o primeiro presidente civil em 20 anos, emocionava a todos naquele momento. Foi como se "Anunciação”, cantada ali a cappella com o coro do público, prenunciasse a chegada de um novo tempo."

Alceu Valença – Rock in Rio 1985


All Type

I had been very committed to the movement [to end military rule] “Diretas Já" for one year and the perspective of electing Tancredo – the first democratic president in 20 years – was very moving to everyone at the time. It was as if "Anunciação" – sung a cappella with the crowd’s choir – proclaimed the arrival of a new era.

Alceu Valença – Rock in Rio 1985


Rock in Rio is GRAND


Original

"O Roberto persegue a ideia da criação de um sentimento e de uma imagem futurista para o rock. Algo que esteja pelo menos 200 anos na frente dos dias atuais."

João Uchôa – Arquiteto, 2015


All Type

Roberto pursues the idea of creating a futuristic image and feel to rock and roll. Something that’s at least 200 years ahead of our time.

João Uchôa – Architect, 2015


Rock in Rio is FUN


Original

"O Rock in Rio é muito mais, muitíssimo mais que um entretenimento de massas."

Arnaldo Jabor – Jornalista, em depoimento à Rádio CBN, setembro de 2011


All Type

Rock in Rio is more – so much more – than mass entertainment.

Arnaldo Jabor – Journalist – Statement to Rádio CBN, September 2011


Rock in Rio is NEWS


Original

"Testemunhei uma rara combinação de multidão com alegria, sem tensões, sem estresses. Essa característica se manteve e o Rock in Rio passou a ser um evento de paz. Quando terminou o festival, fui imediatamente para a Jordânia e, depois, Bagdá. Cheguei nos últimos dias de guerra. Não posso dizer que o Rock in Rio foi um respiro em meio à tensão porque o festival também me tirou o fôlego, só que mudando de assunto radicalmente. Fui da guerra ao rock e do rock à guerra."

Pedro Bial – Jornalista, 2015


All Type

I witnessed a rare amalgam of large crowds and happiness, free from tension and stress. This was maintained throughout the entire festival and Rock in Rio became renowned as a peaceful event. When the festival was over, I headed straight to Jordan and then to Baghdad. I arrived on the last days of the war. I cannot say that Rock in Rio was a breath of fresh air amidst all that tension because it did also leave me breathless, but it was a complete change of subject – I went from the war to rock and from rock to war.

Pedro Bial – Journalist, 2015


Rock in Rio is METAL


Original

The Rock in Rio Festival has always been important to us. Ever since that very first show back in ’85 playing to a quarter of a million people, the Brazilian fans have taken Iron Maiden to their hearts and this longstanding mutual affection continues to grow.

Ron Smallwood – Iron Maiden’s Manager, 2015


All Type

"O Rock in Rio sempre foi importante para nós. Desde aquele primeiro show em 1985, quando tocamos para 250 mil pessoas, os fãs brasileiros guardaram a banda em seus corações e o afeto mútuo continuou crescendo."

Rod Smallwood – Empresário do Iron Maiden, 2015


Rock in Rio is ROCK


Original

Playing Rock in Rio is insane! It’s like a dream come to life. And when you step out on the stage and realize that you really do have the courage to harness the power of that endless sea of fans, you’re forever changed.

Amy Lee – Evanescence, 2015


All Type

"Tocar no Rock in Rio é insano! É como um sonho que se torna realidade. E quando você sobe no palco e se dá conta de que realmente tem coragem para desarmar o poder daquele mar de fãs, você muda para sempre."

Amy Lee – Evanescence, 2015


Rock in Rio is POP


Original

"Desde que me entendo por gente, o festival é uma aspiração, uma influência, um apontador de tendências que sempre abraçou o mainstream."

Rogério Flausino – Jota Quest, 2011


All Type

As far as I can remember, the festival has been an aspiration, an influence, a trendsetting event that has always embraced the mainstream.

Rogério Flausino – Jota Quest, 2011


Rock in Rio is ELECTRIFYING


Original

Amazing… amazing… This is one of my favorite countries in the world, I really love being here. This crowd is unbelievable, really, I’m too excited, I don’t have words.

David Guetta – DJ, 2013


All Type

"Incrível, simplesmente incrível... O Brasil é um dos meus países favoritos. Eu realmente amo estar aqui. Essa multidão é inacreditável. Sério, estou muito empolgado, não tenho nem palavras para descrever."

David Guetta – DJ, 2013


Rock in Rio is FOR ALL TRIBES


Original

Rock in Rio was truly a career highlight for me. Working with Olodum was one of the most inspiring musical moments of my life.

Kimbra – Australian Singer, 2013


All Type

"O Rock in Rio foi um marco na minha carreira. Tocar com o Olodum foi um dos momentos musicais mais inspiradores da minha vida."

Kimbra – Cantora australiana, 2013


Rock in Rio is CULTURE


Original

I have performed on Rock Street in 4 different Rock in Rio editions. And every time I am astounded as to the level of enthusiasm displayed by the audience. It’s always a roller coaster ride of fun, great music and soaring emotions!

Mark Lambert – Stone of the Beetles, 2015


All Type

"Eu toquei na Rock Street em quatro edições do Rock in Rio. Em todas elas, fiquei atônito com o entusiasmo da plateia. É sempre uma montanha russa de alegria, boa música e muita emoção!"

Mark Lambert – Stone of the Beetles, 2015


Rock in Rio is SPECTACULAR


Original

"A marca Rock in Rio já ultrapassou os limites da Cidade do Rock."

Rock in Rio 30 Anos


All Type

The Rock in Rio brand has gone beyond the limits of the City of Rock.

Rock in Rio 30 Years


Rock in Rio is COMMUNICATION


Original

"A primeira edição daquele que já nascia o maior festival de música do mundo se revelou uma poderosa plataforma de comunicação. E, nesses 30 anos, suas ferramentas vêm sendo utilizadas por marcas globais na busca dos melhores resultados em publicidade, promoção, assessoria de imprensa, fidelização de clientes e venda de produtos e serviços."

Rock in Rio 30 Years


All Type

The first edition of the world’s greatest music festival turned out to be a powerful platform for brand communications, and in the past 30 years, its tools have been used by global brands in the pursuit of better results for their advertising and promotion efforts, press exposure, customer loyalty, as well as sales of products and services.

Rock in Rio 30 Years


Rock in Rio is FOR A BETTER WORLD


Original

"Sustentabilidade não é apenas um conceito técnico. É uma crença, uma forma de estar e de encarar o mundo. 'Sustentabilidade' é igual a um mundo melhor. [...] estaremos sempre longe de ser perfeitos, somos efêmeros, somos mutáveis, mas seguramente queremos e podemos ser mais sustentáveis."

Roberta Medina, Vice-Presidente Executiva do Rock in Rio


All Type

Sustainability isn’t just a technical concept. It’s a belief; a way of being and facing the world; “sustainability" equals a better world. […] We’ll always be far from perfect. We’re ephemeral, we're mutable, but we surely can and want to be more sustainable."

Roberta Medina, Executive VP of Rock in Rio


Deliverables

Translations demanded immediate turnover, as we worked with extremely tight deadlines. Daily texts were delivered on the same day to meet the book's goal of publishing by the opening of the festival in 2015.


Co-Creative Process and Differentials

All Type worked in partnership with a musician from the Berklee School of Music in Boston to ensure total authenticity when it came to artistic expression. Testimonials from giants such as George Benson, Slash, Roger Taylor, James Taylor, Joss Stone, David Guetta, Ivete Sangalo, Marcelo Camelo, Ze Ramalho, Martinho da Vila and many others were adapted co-creatively and through shared ideas.

Here’s an example:


Foi uma experiência fantástica! Era como não saber o que esperar, sabe? Estávamos indo a um lugar desconhecido, muito distante para fazer um show. E ser recebido daquele jeito, foi muita emoção e coração, sabe? E é por isso que desde então temos esse relacionamento com os fãs brasileiros... essa conexão.

Slash – Guns'n'Roses, Rock in Rio 1991


"It was just an amazing f****in' experience. It’s like we didn’t really know in any way, shape or form what to expect, you know? Just going to this unknown place, as far as playing was concerned, and just do a gig and just to be received that way, was so much feeling and heart, you know? And that’s why we’ve had this relationship with Brazilian fans ever since, this kind of connection.

Slash - Guns'n'Roses, Rock in Rio 1991


More than a Job

This case study was beyond special for All Type, because much like our values, Rock in Rio aims to exceed expectations at every edition. The book and its adaptation ultimately recorded, through pictures and statements, all 30 unforgettable years of the world’s largest and most important music festival - now forever ingrained in history in both English and Portuguese.


BUY “ROCK IN RIO 30 YEARS” AND BE PART OF THE MAGIC.

40 views

São Paulo | SP | Brazil

01407-200

  • Black Instagram Icon

©2019 by All Type. Proudly created with Wix.com